Nuno Borges a todo o gás conquista o título na Figueira da Foz

Beatriz Ruivo/FPT

FIGUEIRA DA FOZ — Depois de conquistar o título na etapa inaugural do novo Circuito Sénior da Federação Portuguesa de Ténis, Nuno Borges voltou à carga e, com um excelente nível, sagrou-se campeão do torneio organizado no Tennis Club da Figueira da Foz, que encerra esta série de provas, cada uma dotada de 15 mil euros em prémios monetários.

Depois de afastar Gastão Elias e Frederico Silva em dois encontros que terminaram com as desistências dos adversários, devido a lesões, o jogador da Escola de Ténis da Maia (número 599 ATP) apresentou o melhor nível da semana para fechar de forma contundente a decisão deste domingo, frente a Duarte Vale: 6-1 e 6-1 foram os parciais da nona vitória de Nuno Borges neste regresso à competição.

Numa decisão entre dois tenistas com “historial norte-americano” (Borges representou a Mississipi State University e chegou a número um do circuito universitário, Vale está na University of Florida), o mais experiente dos jogadores entrou “com tudo” e não deu hipóteses ao adversário: depois de ter sentido dificuldades na execução da pancada de serviço no encontro da véspera, o jogador maiato esteve irrepreensível e também na resposta dominou do início ao fim.

Na análise ao encontro, Nuno Borges considerou que “o resultado é um pouco enganador, porque houve vários momentos em que o encontro podia ter virado para o lado dele”. No entanto, mostrou-se satisfeito por ter conseguido “jogar bem nos momentos decisivos”.

“Senti que aproveitei melhor as oportunidades e que dentro do nervosismo com que entrámos consegui jogar bem. E quando o resultado começa a ficar favorável é só aproveitar a vantagem e jogar bom ténis”, acrescentou, antes de confessar que os torneios do Circuito Sénior FPT o fizeram recuperar “muita confiança”.

A prestação na Figueira da Foz valeu a Nuno Borges o segundo título em três semanas do Circuito Sénior FPT. Agora, segue-se o Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto, que foi antecipado e em 2020 regressa à cidade do Porto, mais precisamente ao Complexo Desportivo do Monte Aventino.

Última atualização às 20h00.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."