Pedro Sousa desiste e Luís Faria fica com a vaga nas meias-finais da Figueira da Foz

Beatriz Ruivo/FPT

FIGUEIRA DA FOZ — De um momento para o outro, as contas do Grupo 1 da etapa do Circuito Sénior FPT que se joga no Tennis Club da Figueira da Foz ficaram fechadas: Pedro Sousa desistiu em pleno encontro com Martim Leote Prata e Luís Faria está em posição virtual de apuramento para as meias-finais, que já tinha jogado no torneio do Lisboa Racket Centre.

Depois de um começo dominado pelo mais novo dos dois jogadores, que conseguiu “abrir o livro” e colocar-se rapidamente a vencer por 5-2, Pedro Sousa — que já tinha evidenciado dificuldades na movimentação, à semelhança do que acontecera nos torneios anteriores — pediu a presença do fisioterapeuta e acabou por desistir, novamente por causa da lesão no gémeo esquerdo.

Pouco depois, o número dois nacional e 110 ATP confirmou a razão: “Continua a ser o gémeo. É a mesma lesão que tive há um mês e pouco e também em Vale do Lobo, Consigo treinar, mas ainda não consigo competir. Esse era o grande objetivo destas semanas e infelizmente ainda não consigo. Consigo treinar num ambiente controlado, mas quando há alguma incerteza e alguma tensão no jogo o gémeo não aguenta, por isso infelizmente vou ter de parar e saltar o Campeonato Nacional Absoluto.”

Agora, o objetivo de Pedro Sousa passa por “recuperar da melhor forma possível e preparar o regresso do circuito internacional”, que está previsto para meio do mês de agosto, nos Estados Unidos da América.

Feitas as contas, Luís Faria (que já tem três pontos) sabe que apenas precisa de entrar em campo na jornada de sexta-feira, contra o lucky loser Paulo Fernandes, para seguir para as meias-finais, uma vez que mesmo em caso de derrota somará quatro pontos, ficando com vantagem no confronto direto com Martim Leote Prata.

Total
2
Shares
Total
2
Share