Henrique Rocha vence já de madrugada e completa quadro principal na Figueira da Foz

Beatriz Ruivo/FPT

FIGUEIRA DA FOZ — Foram precisas mais de 16 horas, mas já são conhecidos os nomes dos quatro jogadores que completam a fase de grupos do quadro principal masculino da etapa do Circuito Sénior FPT que se joga no Tennis Club da Figueira da Foz até domingo (12 de julho).

Numa jornada composta por 16 encontros, o último a seguir em frente foi Henrique Rocha, que depois de afastar o vice-campeão nacional absoluto, Francisco Cabral, na parte da manhã (por 6-3, 1-6 e 7-5) foi o último a sair do “court”, já depois da 1h da madrugada, e com uma vitória (parciais de 6-1 e 7-6[5]) sobre Paulo Fernandes para agarrar a derradeira vaga na grelha final.

Logo após a vitória, o jovem maiato de 16 anos ficou a saber que vai discutir a passagem às meias-finais no Grupo 4, onde também estão Tiago Cação (547.º do “ranking” ATP e quarto cabeça de série) e Duarte Vale.

Quem também seguiu em frente foi Jaime Faria, que superou duas batalhas em três “sets”: primeiro, começou a jornada a derrotar o número um da classificação FPT, José Ricardo Nunes, por 7-5, 2-6 e 6-1, e depois superou Arthur Dussaubat (6-4, 2-6 e 6-3) para completar um dia de vitórias. O jovem tenista do CAR foi sorteado no Grupo 3, que é encabeçado por Gastão Elias (532.º ATP) e também conta com a presença de Nuno Borges (599.º), que venceu a primeira etapa do Circuito Sénior FPT, na Vale do Lobo Tennis Academy.

As restantes vagas no quadro principal masculino foram agarradas por Martim Leote Prata (venceu Tomás Pinho, por 6-3 e 6-0, e Daniel Batista, por 6-1 e 6-3) e Fábio Coelho, segundo cabeça de série, que de manhã derrotou Pedro Libório (6-3 e 6-3) e à tarde Illia Stoliar (7-5, 5-7 e 6-1).

O sorteio realizado no final da jornada colocou Prata no Grupo 1, com Pedro Sousa (110.º) e Luís Faria (817.º), e Coelho no Grupo 2, onde estão Frederico Silva (193.º do “ranking” e campeão no último domingo, no Lisboa Racket Centre) e João Monteiro (937.º).

Ainda esta terça-feira jogaram-se os primeiros encontros do “qualifying” feminino, com vitórias para Sara Lança (6-3 e 6-2 a Bárbara Balancho), Joana Baptista (7-5, 4-6 e 6-3 a Sana Garakani), Elizabet Hamaliy (6-3 e 7-5) e Matilde Morais (6-1 e 6-0 contra Beatriz Neves).

Na quarta-feira jogam-se os primeiros encontros dos quadros principais, com destaque para as estreias das cabeças de série da grelha feminina. Na competição masculina, os quatro favoritos só entram em ação a partir de quinta-feira.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."