Vasco Costa satisfeito com etapa de Lisboa: “Foi mais uma semana muito positiva”

Beatriz Ruivo/FPT

Da Vale do Lobo Tennis Academy, onde se estreou, o Circuito Sénior da Federação Portuguesa de Ténis (FPT) seguiu para o Lisboa Racket Centre, onde para o presidente Vasco Costa se desenrolou “mais uma semana muito positiva” para o ténis nacional.

“Os jogadores demonstraram que já estão com mais ritmo. Estas semanas são importantes para ganharem ritmo competitivo, o nosso objetivo era que eles se preparassem melhor para a retoma do circuito internacional, e está a ser alcançado, portanto estamos muito contentes”, começou por analisar em direto para a Sport TV.

“Ter finais entre a Francisca Jorge e a Inês Murta e depois o Frederico Silva e o João Sousa é bastante importante. Eram os primeiros cabeças de série e conseguiram ir até à final. É pena não podermos ter público, mas foi uma semana muito positiva”, acrescentou, antes de destacar a relevância da várias transmissões feitas ao longo de toda a semana.

“A nossa ideia de transmitirmos em streaming e em direto na Sport TV foi importante não só para a promoção da modalidade, mas também para os jovens verem os seus ídolos portugueses a jogarem”, concluiu.

Depois da Vale do Lobo Tennis Academy e do Lisboa Racket Centre, o Tennis Club da Figueira da Foz vai receber a terceira e última etapa do Circuito Sénior FPT, que culmina na realização, antecipada, do Campeonato Nacional Absoluto/Taça Guilherme Pinto Basto na cidade do Porto, de 13 a 19 de julho.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."