Inês Murta volta a arrasar e chega tranquilamente às meias-finais

Beatriz Ruivo/FPT

LISBOA — Melhor era impossível: em dois dias, Inês Murta somou duas vitórias sem ceder qualquer set para atingir as segundas meias-finais consecutivas em torneios do novo Circuito Sénior da Federação Portuguesa de Ténis.

Um dia depois de derrotar Sara Neto, por 6-0 e 6-0, a jogadora algarvia aplicou o mesmo resultado à qualifier Débora Madile.

“Fiz o meu trabalho. Tentei jogar de acordo com o que tenho vindo a trabalhar, servi bastante bem e soube usar o meu serviço. Em geral estou satisfeita”, disse Murta após a vitória.

Com duas vitórias mais do que folgadas, a finalista da semana passada reservou um lugar nas meias-finais, onde a espera a quarta cabeça de série, Ana Filipa Santos.

“Espero um jogo duro, sei que ela tem uma boa atitude, de guerreira, por isso vai ser interessante. Estou entusiasmada, porque dou-me muito bem com ela e gosto da atitude dela. Espero dar ênfase àquilo que tenho vindo a trabalhar e àquilo que não correu tão bem na semana passada”, disse sobre o duelo marcado para sábado.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."