Ana Filipa Santos vence duelo de amigas para inscrever o nome nas meias-finais

LISBOAAna Filipa Santos foi a quarta e última jogadora a inscrever o nome nas meias-finais do segundo torneio do Circuito Sénior da Federação Portuguesa de Ténis.

A defender o estatuto de quarta cabeça de série, a jogadora natural de Santiago do Cacém levou a melhor num duelo entre amigas e colegas de treino (na Lisbon Tennis Academy) contra Mariana Campino, por 6-4 e 6-3, para selar o apuramento.

“Foi um jogo bastante complicado, não só por lidar com o stress, mas por estar a defrontar uma colega de treinos, porque já nos conhecemos há muito tempo e sabemos tudo sobre o que cada uma vai fazer. O que fez realmente a diferença foi conseguir manter-me dentro do encontro no final dos sets e ter alguma criatividade no momento de fechar os jogos”, analisou após a segunda vitória da semana.

Nas meias-finais, Ana Filipa Santos vai ter como adversária outra jogadora que conhece muito bem: “A Inês Murta conheço mais do que bem. Já nos conhecemos mesmo há muitos anos. Acho que vai ser mais um encontro duríssimo, vou tentar usar as minhas variações o máximo possível e tentar manter-me no jogo, porque sei que se tirar o pé do pedal já fui. Espero que seja um bom jogo, que ela jogue bem e eu também, e quero tentar usar o vento a meu favor o máximo possível.”

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."