Vasco Costa: “É uma grande emoção e felicidade termos os melhores portugueses reunidos”

Beatriz Ruivo/FPT

LOULÉ — A primeira de três etapas do novo Circuito Sénior da Federação Portuguesa de Ténis terminou este domingo, na Vale do Lobo Tennis Academy, em Loulé, e deixou o responsável federativo, Vasco Costa, muito satisfeito com o desenrolar da ação ao longo da semana.

“Estamos muito contentes por termos contado com a presença dos melhores jogadores nacionais. É uma grande emoção e felicidade tê-los todos aqui a jogar. Isto é como se fosse uma pré-época, portanto os jogadores estão a ganhar ritmo e o Nuno Borges mostrou ser o melhor.”

De Loulé, o Circuito Sénior FPT segue para Lisboa e lá também vão estar “quase todos os nossos melhores jogadores, com a exceção do Pedro Sousa, que se lesionou.”

“Mais do que tudo, o importante nesta fase é os jogadores ganharem ritmo competitivo para se prepararem para o circuito internacional. Estes torneios foram criados nesse sentido, de dar aos nossos jogadores ritmo e competição. A federação sentiu que era muito importante tê-los a competir, para que quando regressem aos circuitos internacionais tenham alguma vantagem em termos de treino competitivo”, concluiu o Presidente da FPT na entrevista em direto à Sport TV.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."