Pedro Araújo sobre um dia inesquecível: “Só tive tempo de almoçar e vir a correr”

Beatriz Ruivo/FPT

LOULÉ — Não há muitos dias como este: no momento em que se estava a preparar para um treino já tendo em vista a próxima semana, Pedro Araújo foi chamado a regressar ao Algarve e não só o fez como somou uma das melhores vitórias da carreira, que o coloca na final masculina do primeiro torneio do Circuito Sénior FPT.

“Foi um dia um bocadinho estranho. Eu estava a ir para o treino quando recebi uma chamada do juíz-árbitro, que me disse que o Pedro [Sousa] não ia poder jogar e que como eu tinha ficado em segundo lugar no grupo entrava para o lugar dele. Só tive tempo de aquecer, almoçar e vir para aqui a correr, mas correu tudo bem”, revelou na entrevista-rápida com a Sport TV, que transmitiu em direto o encontro com Tiago Cação.

Sobre o duelo propriamente dito, o jovem de 18 anos admitiu ter ficado surpreendido com a entrada do adversário, de 22: “Foi um início difícil. O Tiago começou muito bem taticamente e apanhou-me um bocado de surpresa, mas depois consegui encontrar o meu jogo, tentei ser agressivo e acabei por conseguir ganhar o primeiro set. No segundo estive em vantagem, com 4-2, fiz um mau jogo de serviço para levar o contra-break, mas nos momentos mais importantes consegui ser mais forte do que ele. Estou muito feliz por ter ganho.”

Foi um início difícil. O Tiago começou a jogar muito bem taticamente e apanhou-me um bocado de surpresa, depois consegui ir encontrando o meu jogo, tentei ser agressivo e acho que hoje consegui fazer isso bastante bem e acabei por conseguir ganhar o primeiro set. No segundo estive em vantagem, com o 4-2, levei o break, fiz um mau jogo de serviço, depois nos momentos importantes consegui ser mais forte do que ele e estou muito feliz por ter ganho.

A final de domingo vai ser contra Nuno Borges, o grande protagonista da semana, que depois de deixar pelo caminho João Sousa também surpreendeu Gastão Elias. Pedro Araújo esteve na Vale do Lobo Tennis Academy durante grande parte da semana, assistiu aos encontros do derradeiro adversário e por isso não está à espera de facilidades: “O Nuno está a jogar muito bem. Vi alguns encontros dele esta semana, nomeadamente o de ontem, contra o João Sousa, em que ele jogou muito bem. Vai ser muito difícil, mas vou dar o meu melhor.”

Total
9
Shares
Total
9
Share