Inês Oliveira começou no qualifying, superou as próprias expetativas e já está nas meias-finais

Beatriz Ruivo/FPT

LOULÉ — Uma, duas, três, quatro. Inês Oliveira não se cansa de vencer e depois de passar pelo qualifying também completou com sucesso a fase de grupos, para inscrever o nome nas meias-finais do primeiro torneio do novo Circuito Sénior da Federação Portuguesa de Ténis.

Com apenas 17 anos, Inês Oliveira já tinha impressionado na jornada anterior, ao derrotar Matilde Jorge por 4-6, 7-5 e 6-3, e esta sexta-feira voltou a destacar-se ao passar pela quarta cabeça de série e número 1 nacional, Ana Filipa Santos, graças aos parciais de 7-5 e 6-4.

O encontro, que era decisivo para as contas do Grupo 4, colocou frente a frente duas jogadoras que para além de parceiras de treino são grandes amigas — e por isso não foi fácil: “É sempre difícil jogar contra jogadoras que conhecemos bem e ela para além de ser do meu clube é muito minha amiga, por isso era um encontro emocionalmente difícil. Mas acho que acabámos por fazer um bom encontro e estou muito feliz. Sinceramente não estava à espera de conseguir qualificar-me para as meias-finais, mas dei o meu melhor e os encontros correram bem.”

Naturalmente muito satisfeita com a prestação neste regresso à competição, Inês Oliveira juntou-se a Maria Inês Fonte no grupo de tenistas já apuradas para as meias-finais, mas a adversária sairá do Grupo 1: será ou Francisca Jorge (a primeira cabeça de série e grande candidata ao título) ou Elizabet Hamaliy, que tal como ela foi bem sucedida no qualifying.

“Espero fazer um bom encontro seja contra uma ou contra a outra. Vou dar tudo em campo e espero ganhar”, concluiu a jovem jogadora da Lisbon Tennis Academy.

Total
3
Shares
Total
3
Share