Agente de Thiem arrasa Adria Tour e Djokovic: “Prometeram medidas de segurança que não cumpriram”

É o assunto do momento e tudo indica que tão cedo não será esquecido: o efeito dominó causado pelo mini-surto de covid-19 no Adria Tour está a ter repercussões enormes no mundo do ténis e esta quinta-feira conheceu um novo capítulo, com o agente de Dominic Thiem a tecer críticas duras à organização do circuito organizado por Novak Djokovic e a sua equipa.

“Exigi receber as diretrizes da organização em relação à covid-19. Dois dias antes do evento começar, disseram-nos que só permitiram a presença de 1.000 pessoas nas bancadas e que o distanciamento social seria respeitado, mas não cumpriram com a palavra”, afirmou Herwig Straka ao Der Standard.

Responsável pela carreira do número três mundial, Herwig Straka reconheceu que “ninguém foi um bom exemplo” durante os fins de semana do Adria Tour em Belgrado e Zadar, mas apontou o dedo ao número um mundial: “Como Presidente do Conselho de Jogadores, o Djokovic não cumpriu o seu papel.”

“O único que deve pedir desculpa é o Djokovic, porque foi ele que preparou tudo. Os restantes só estavam ali, não mataram ninguém, e os que contraíram o vírus também já pediram desculpa.”

Recorde-se que Dominic Thiem, que tem sido (bem à sua imagem) o jogador mais ativo em termos de competição nesta altura em que os circuitos internacionais continuam suspensos, já testou negativo à covid-19 em três ocasiões desde que conquistou a etapa do Adria Tour em Belgrado.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."