Djokovic pede desculpa: “Estávamos errados e aconteceu tudo demasiado cedo”

Nas bocas do mundo desde que o teste positivo de Grigor Dimitrov à covid-19 foi conhecido, Novak Djokovic reconheceu o erro e, numa mensagem publicada nas redes sociais, lamentou o sucedido durante o circuito de exibição que organizou nas últimas semanas em Belgrado e Zadar.

“Lamento muito que o nosso torneio tenha causado danos. Tudo o que os organizadores e eu fizemos ao longo do último mês foi com as melhores intenções. Acreditámos que o torneio cumpria todos os protocolos de saúde e a nossa região parecia em condições para unir finalmente as pessoas por razões filantrópicas. Estávamos errados e foi demasiado cedo. Não posso expressar o suficiente o quanto lamento tudo isto e todos os casos de infeção”, escreveu o número um no mundo.

Recorde-se que a etapa inaugural do Adria Tour, em Belgrado, deu rapidamente que falar ao reunir nas bancadas milhares de pessoas sem ser respeitado o distanciamento social (que inclusivamente tinha sido anunciado pela organização aquando da abertura da bilheteira). Mas foi quando os jogadores foram vistos num clube noturno, sem precauções em relação à distância para os que o frequentavam, que o caso ganhou outro mediatismo.

Entretanto, o circuito viajou até Zadar, onde mesmo assim se mantiveram os cumprimentos à rede e as presenças de apanha-bolas e juízes de linha em court. Tudo até que Dimitrov anunciou, já no Mónaco, ter testado positivo à covid-19. Depois, seguiram-se Borna Coric, Viktor Troicki e agora Novak Djokovic, para além da mulher do sérvio, o seu preparador físico e o treinador de Dimitrov.

Depois da onda de casos, a organização do Adria Tour optou por colocar um ponto final no torneio de exibição.

Última atualização às 19h35.

Total
9
Shares
Total
9
Share