Zverev, Cilic e Rublev testam negativo à Covid-19 e seguem para isolamento

Depois do mundo do ténis ter sido apanhado de surpresa pelos testes positivos à Covid-19 de Grigor Dimitrov e, horas depois, Borna Coric, os restantes tenistas envolvidos no Adria Tour começaram esta segunda-feira a divulgar os resultados dos testes realizados. Alexander Zverev, Marin Cilic e Andrey Rublev, três atletas que integraram a segunda etapa do evento organizado por Novak Djokovic, testaram negativo.

O alemão recorreu ao Twitter para informar os seguidores de que se encontra bem de saúde e que o resultado do teste foi negativo. Zverev aproveitou ainda para pedir desculpa a todos os que possa ter colocado em risco e anunciou que vai seguir para o isolamento de 14 dias. Para além disso, o tenista de 23 anos e a sua equipa vão continuar a ser testados regularmente durante o período de isolamento.

Num comunicado mais curto mas também colocado no Twitter, Andrey Rublev revelou ter também testado negativo e, à semelhança de Zverev, vai realizar um período de isolamento de 14 dias. O tenista russo afirmou que “o que está a acontecer no Mundo é da nossa responsabilidade” e que “todos precisamos de ajudar a reduzir a propagação do vírus”.

Por último, também o croata Marin Cilic testou negativo e, à semelhança de Zverev e Rublev, vai realizar um período de isolamento de 14 dias. De recordar que, devido ao teste positivo de Dimitrov, a final da segunda etapa do Adria Tour não se chegou a realizar.

Para além do búlgaro e de Borna Coric, também o preparador físico de Novak Djokovic testou positivo. O tenista sérvio, de resto, foi contra as recomendações dos responsáveis pelo torneio e não efetuou o teste depois de serem conhecidos os casos positivos. Djokovic preferiu regressar primeiro a Belgrado e só depois se submeter ao teste.

Daniel Sousa
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade do Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.