Thiem regressa a todo o gás e vence primeira exibição organizada por Djokovic

Com as bancadas cheias de público, cumprimentos à rede entre jogadores e poucas máscaras ou distanciamento social à vista. Na Sérvia, a luta contra o coronavírus não foi tão difícil quanto noutros países e isso refletiu-se no primeiro fim de semana do Adria Tour, um “mini-circuito” de exibição organizado por Novak Djokovic na região banhada pelo mar que lhe dá nome.

Naquele que foi o primeiro grande regresso à normalidade para o ténis, o vencedor foi Dominic Thiem. O austríaco já tinha levado a melhor num torneio mais modesto no seu país natal e chegou à Sérvia com um nível muito semelhante àquele com que se despediu do circuito quando foi suspenso devido à pandemia, derrotando na final deste domingo uma das estrelas da casa — mas não a principal: 4-3, 2-4 e 4-2 foram os parciais da final com Filip Krajinovic, em Belgrado.

O número três do país (e 32.º do ranking ATP) conseguiu sorrir por último no “grupo da morte” graças à matemática: depois de ter terminado com o mesmo número de encontros e sets ganhos que o compatriota Novak Djokovic (que surpreendeu na sessão noturna de sábado) e o alemão Alexander Zverev, valeu-lhe a melhor percentagem de jogos ganhos, tudo porque já este sábado derrotou o também sérvio Viktor Troicki por 4-0 e 4-3(5) e Djokovic só conseguiu vencer Zverev na terceira partida (0-4, 4-1 e 4-2).

Quanto a Dominic Thiem, começou o dia a praticar um ténis eloquente para sair por cima de um dos embates mais aguardados do fim de semana (4-3[2] e 4-3[6] a Grigor Dimitrov) e encerrou-o com o quinto e último triunfo em solo sérvio, de onde parte para na próxima semana, bem ao seu estilo, participar numa outra exibição: o torneio revolucionário que Patrick Mouratoglou (o treinador de Serena Williams e Stefanos Tsitsipas) está a organizar na sua academia no Sul de França.

Quanto à Adria Tour, despede-se de um fim de semana inesquecível em Belgrado — que deixou Novak Djokovic em lágrimas no regresso do ténis ao mais alto nível (ainda que não de forma oficial) ao país — e viaja até Zadar, onde a 20 e 21 de junho se desenrola a segunda de quatro etapas.

Total
2
Shares
Total
2
Share