Danielle Collins atira-se a Djokovic: “Seria bom ter o apoio do melhor jogador do Mundo”

Danielle Collins

As recentes declarações de Novak Djokovic, que deixou no ar a possibilidade de não jogar o US Open, não caíram bem junto dos restantes jogadores. Através de publicações nas Instagram Stories, a norte-americana Danielle Collins não poupou nas críticas à postura do tenista sérvio.

“Isto é uma séria contradição aos comentários anteriores sobre os jogadores dentro do top-100 doarem dinheiro aos jogadores fora do top-250”, começou por escrever Collins, numa mensagem dirigida ao número um mundial. A tenista norte-americana recordou ainda que “ninguém foi capaz de jogar torneios ou ganhar dinheiro desde fevereiro”.

Nesse sentido, Danielle Collins considera que a realização do US Open, com as devidas medidas de prevenção, é “uma grande oportunidade para os jogadores começarem a ganhar dinheiro novamente”. A atleta de 26 anos criticou de seguida a postura do tenista sérvio, nomeadamente em relação à regra que prevê que cada atleta só possa estar acompanhado por um membro da sua equipa durante o torneio.

“Temos o melhor jogador do Mundo a dizer que poder trazer apenas uma pessoa consigo será muito difícil porque não poderia trazer toda a equipa”, disse Collins. “Quando se ganhou quase 150 milhões de dólares durante a carreira, é fácil dizer às pessoas o que fazer com o seu dinheiro e depois rejeitar jogar o US Open. Para nós, a maior parte dos tenistas, que não viajamos com toda uma equipa, é preciso começar a trabalhar novamente”, acrescentou.

“Se for seguro jogar e a USTA, a WTA e a ATP fizerem tudo o que puderem para dar prioridade à saúde dos jogadores, acho que devíamos apoiar. E seria bom ter o apoio do melhor jogador do Mundo e não arruinar esta oportunidade para jogadores e adeptos”, concluiu Collins.

 

Total
4
Shares
Total
4
Share