Nadal sobre Roland Garros: “Se pudermos jogar com segurança total e todos conseguirem participar, estarei lá”

Rafael Nadal está entusiasmado com a possibilidade de regressar a Paris ainda em 2020 para disputar o torneio de Roland Garros, mas deixou claro que só o fará se estiverem reunidas todas as condições de segurança — para ele e restantes envolvidos.

Numa entrevista ao programa Stade 2, da TV France 3, o campeão em título afirmou que “se pudermos jogar com condições de segurança ótimas e toda a gente puder participar, se estiverem reunidas essas condições, sim, estarei lá.”

“Neste momento temos de ser responsáveis com as decisões que são tomadas para se garantir a segurança e saúde de todos no mundo do ténis”, adicionou o maiorquino, que poderá ter de defender nada mais, nada menos do que 4.000 pontos (!) em setembro caso o US Open e Roland Garros se realizem nas datas previstas.

De regresso aos courts há um par de semanas depois de dois meses sem pegar na raquete, Rafael Nadal apoiou-se em máquinas de musculação para exercitar o corpo e manter a condição física. “É um regresso progressivo, com precaução máxima, para estar preparado para quando voltarmos a jogar, mas ainda não sabemos quando vai ser.”

Total
2
Shares
Total
2
Share