A espera terminou: a partir desta segunda-feira pode voltar a jogar squash

Mais de dois (longos) meses depois, a espera terminou: na sequência da Resolução do Conselho de Ministros emitida esta semana, a Federação Nacional de Squash (FNS) confirmou que “a partir das 00h do dia 1 de junho está autorizada a prática do squash em contexto não competitivo para todos os atletas federados.”

No comunicado, emitido pela FNS e assinado pelo presidente Luís Ferreira, é realçado que “para o squash se manter o desporto mais saudável do mundo, deverão ser respeitadas todas as orientações emanadas pela Direção Geral de Saúde.”

Apesar do regresso aos campos ser permitido, a Resolução do Conselho de Ministros implica que só os atletas federados podem jogar.

Nesse sentido, “a direção da Federação Nacional de Squash decidiu, até ao final da presente época desportiva, diminuir a filiação de praticantes em 50%, passando a ter o valor de 5€.”

A filiação dos atletas, recorda a entidade, deve ser feita através da plataforma de gestão desportiva SportyHQ, ficando em vigor, para efeitos de seguro desportivo, a partir da meia-noite do dia seguinte.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."