Britânicos preparam torneios nacionais que devem servir de regresso a Murray (e não só…)

Sem competir desde novembro, tudo indica que Andy Murray estará a apenas um mês de consumar o regresso aos courts — não no circuito internacional, que continua suspenso (pelo menos até 31 de julho), mas num conjunto de provas nacionais.

O ex-número um do mundo tinha apontado o regresso para o Masters 1000 de Miami, mas com o cancelamento do torneio viu cancelada a hipótese de voltar a competir.

Segundo a imprensa britânica, o primeiro torneio em que o ex-número um do mundo irá a jogo será um evento de exibição que está a ser organizado pelo irmão, Jamie Murray. Os detalhes ainda não são conhecidos, mas há rumores de que será no formato round robin e, possivelmente, no Queen’s Club, em Londres, no final de junho.

Para além desse, outros torneios tentarão reunir os melhores jogadores do país no National Tennis Centre, uma vez que a Lawn Tennis Association (LTA) já fez saber que está a preparar eventos para os 16 melhores tenistas. A data limite de inscrição é o dia 15 de junho, com o primeiro evento a arrancar no dia 3 de julho.

Em jogo estarão quase 18 mil euros.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."