Federação Portuguesa de Ténis quer ter “os melhores portugueses” no Campeonato Nacional

Beatriz Ruivo/Federação Portuguesa de Ténis

Com os circuitos internacionais em suspenso até ao final do mês de julho, a Federação Portuguesa de Ténis (FPT) prepara-se para lançar um circuito interno reforçado de forma a contar com a presença dos melhores jogadores do país nas primeiras provas depois de mais de dois meses de paragem devido à pandemia do coronavírus.

À Sport TV, o presidente Vasco Costa reforçou a vontade de contar com os melhores tenistas do país nos três torneios que fazem parte do Plano de Retoma de Atividade, bem como no Campeonato Nacional Absoluto: “Uma das medidas que traçámos foi apoiarmos os jogadores internacionais com torneios em Portugal, para que possam competir e preparar esse recomeço na atividade internacional, e termos os melhores jogadores nacionais a jogar não só três torneios com prémios monetários, como também antecipar o Campeonato Nacional. Podemos ter um Campeonato Nacional com todos os melhores, é esse o nosso objetivo e faremos tudo para o conseguir.”

Rui Machado, o Coordenador Técnico Nacional, reforçou o objetivo de reunir “os melhores do país” e dar-lhes “a oportunidade de competirem antes da retoma do circuito internacional para que possam ganhar ritmo competitivo”.

O ex-tenista algarvio também adiantou que a FPT esteve reunida com os melhores jogadores portugueses “e todos acharam a ideia muito boa e penso que vão todos aderir.”

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."