Gerard Piqué “pessimista” em relação às Davis Cup Finals

Kosmos Tennis

A segunda edição das Davis Cup Finals está marcada para o final do mês de novembro em Madrid, Espanha, mas Gerard Piqué não está otimista em relação à realização da nova fase final da Taça Davis, que em 2019 coroou a equipa da casa como primeira campeã.

O futebolista espanhol, que concilia o trabalho no Barcelona com o cargo de presidente da Kosmos (empresa que chegou a acordo com a ITF para a reforma da competição), revelou ao programa El Pertidazo #VolverEsGanar, da Movistar, que está “pessimista” porque “uma Taça Davis sem pessoas nas bancadas é difícil”.

As declarações de Piqué são contrárias às de Albert Costa, ex-tenista e atual diretor das Davis Cup Finals, que durante uma videoconferência na última semana revelou que a equipa está “otimista porque somos o último torneio do ano”.

“Esperemos que a situação evolua nos próximos meses e que todas as equipas sejam capazes de viajar até Madrid”, concluiu.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."