O dia em que Nadal, Federer e Murray brilharam no Instagram com um direto recheado de gargalhadas

Podia ser só mais uma segunda-feira, mas grandes rivais transformados em grandes amigos decidiram juntar-se num direto que prometia ser memorável e a reunião — apesar de curta — não desiludiu. Rafael Nadal, Roger Federer e Andy Murray brilharam no Instagram enquanto dezenas de milhares de fãs assistiam e até deram espetáculo antes de entrarem no ar.

A ocasião começou a ganhar interesse redobrado quando o tenista espanhol fez o anúncio nos stories e a horas de antecipação seguiu-se um “direto” foi o ingrediente principal: depois de falar — em inglês e em espanhol — do período difícil que se atravessa e de referir como foi difícil enfrentar as primeiras semanas, Nadal, o grande anfitrião, tentou dar início ao tão aguardado convívio com Federer.

Foi a primeira vez que o tenista maiorquino se aventurou numa conversa em direto no Instagram e curtos segundos bastaram para as dificuldades se tornarem evidentes. Tão evidentes… Que Murray não perdeu tempo e pôs em prática o seu conhecido humor: “É capaz de ganhar Roland Garros por 52 vezes mas não consegue trabalhar com o Instagram”, escreveu o britânico num dos vários comentários que publicou e entre os quais também se leram piadas feitas por Federer, Stan Wawrinka e os espanhóis Feliciano López e Marc López (que fechou o círculo de convidados).

Até que o momento chegou. Depois de muito tentarem, e entre muitos sorrisos, Nadal e Federer conseguiram finalmente encontrar-se no mesmo ecrã — “somos demasiado velhos para isto”, brincou o suíço — e por lá ficaram durante alguns minutos. Falaram das famílias, do que têm feito para ocupar o tempo e também do que não têm feito.

“Tenho feito algum exercício mas não pego numa raquete desde Indian Wells”, respondeu o espanhol para alegria do seu rival-tornado-amigo: “Perfeito! Quando voltarmos já não vais saber jogar ténis!”, exultou Federer entre muitas gargalhadas.

Depois o suíço falou sobre o joelho — “nas primeiras semanas esteve bem, depois [a recuperação] abrandou um pouco e agora está melhor outra vez” e ainda acrescentou que “não há pressa e depois de uma primeira grande lesão torna-se mais fácil” — e minutos depois foi substituído no ecrã por Murray, que também sentiu algumas dificuldades em conseguir chegar à fala com Nadal:

 

E nos momentos que se seguiram falou-se de tudo um pouco, desde ter filhos a videojogos.

“Aproveita as noites longas enquanto não tens filhos”, recomendou-lhe o britânico. “Espero estar na tua situação dentro de um período de tempo não muito longo…”, respondeu-lhe Nadal, antes do “remate final” de Murray: “Bem, esta é a altura ideal porque estás em casa com a tua família o tempo todo.”

Conhecidos desde os tempos de juniores, Nadal e Murray também recordaram as noites passadas a jogar videojogos e o britânico aproveitou que tem estado a preparar-se para o Mutua Madrid Open virtual recorrendo à personagem do espanhol no jogo Tennis World Tour, ainda que com algumas “falhas”.

“Na última noite joguei e escolhi-te a ti porque era em terra batida, contra o Roger. E então nós, eu e tu, estávamos a jogar de forma incrível mas depois de um set a tua personagem ficou incrivelmente cansada — e eu nunca te vi ficar cansado depois do primeiro set!”, contou, antes de lamentar não poder jogar com a sua própria figura: “Não tenho a minha figura por isso tenho de escolher outra pessoa…”

“Não há problema, podes escolher outro jogador. Talvez o Nick [Kyrgios]!”, respondeu-lhe Nadal poucos minutos antes da tão bem disposta conversa chegar ao fim.

Vale mesmo a pena assistir a toda a conversa:

Total
29
Shares
Total
29
Share