Laver Cup de 2020 cancelada devido ao “conflito com outros torneios de grandes dimensões”

A organização da Laver Cup oficializou, esta sexta-feira, o cancelamento da edição de 2020 do torneio, que deveria acontecer entre os dias 24 e 26 de setembro na cidade de Boston, nos Estados Unidos da América.

Com o universo do ténis do avesso devido à pandemia do coronavírus, os responsáveis pelo torneio de exibição que presta homenagem ao australiano Rod Laver justificaram a decisão com as mudanças significativas ao calendário internacional: “Estava na altura de tomarmos uma decisão e esta é a medida certa a tomar”, explicou Tony Godsick, diretor do torneio e agente de Roger Federer, que falou no “conflito com outros torneios de grandes dimensões”.

A viabilidade da edição de 2020 da Laver Cup começou a ser questionada sobretudo quando a Federação Francesa de Ténis (FFT) tomou a decisão unilateral de adiar o torneio de Roland Garros para o período entre 20 de setembro e 4 de outubro, datas coincidentes com aquelas para as quais o torneio de Federer & companhia estava marcado.

Nos últimos anos, a Laver Cup — que já tinha a United States Tennis Association e a Tennis Australia como parceiros — conseguiu ganhar estatuto e passou a fazer parte do calendário de provas do circuito ATP, apesar de não contar como torneio oficial nem ser pontuável para o ranking. De fora da lista de parceiros está a FFT.

“É lamentável que a Laver Cup tenha de ser adiada por um ano mas nesta fase é a coisa certa a fazer para todos os envolvidos. Embora seja dececionante, a boa notícia é que o TD Garden, em Boston, vai poder acolher o evento no próximo ano e estou muito ansioso por poder jogar finalmente na cidade em 2021”, disse Federer, que assim se comprometeu a disputar o torneio numa altura em que já terá celebrado o 40.º aniversário.

Última atualização às 14h55.

Total
3
Shares
Total
3
Share