Federação apresenta apoios na próxima semana e planeia regresso faseado do ténis

Beatriz Ruivo/Federação Portuguesa de Ténis

Um dia depois do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter afirmado que “começa a ver-se a luz ao fundo do túnel”, a Federação Portuguesa de Ténis (FT) reagiu e não só prometeu a apresentação de medidas concretas de apoio na próxima semana como abordou o regresso do ténis, a espaços e com as devidas medidas de prevenção, já nos próximos dias.

“Apesar de nesta fase a prioridade máxima continuar a ser a saúde pública, a Direção da Federação Portuguesa de Ténis e a estrutura técnica têm vindo a trabalhar diariamente para encontrar soluções práticas que permitam minimizar o impacto que advém da suspensão forçada das atividades”, referiu Vasco Costa, presidente da FPT, no comunicado publicado esta sexta-feira.

Na sequência das declarações do Presidente da República, que renovou por um período de mais 15 dias o estado de emergência, mas fazendo alusão à “luz ao fundo do túnel”, a Federação Portuguesa de Ténis quer “aprovar as medidas de prevenção que permitam o recomeço da atividade tenística” junto do Instituto Português do Desporto e Juventude.

Nesse sentido, é esperado que já na próxima semana regressem à atividade os atletas de alto rendimento. Para uma segunda fase está prevista a implementação de “medidas de segurança para o recomeço da atividade dos clubes na prática e treino de singulares e seguidamente em grupo”. O organismo que tutela o ténis em Portugal aponta para que esse regresso aconteça “durante o mês de maio, ainda que com restrições.”

Para a próxima semana também ficou marcada a apresentação de “um plano com medidas de apoio concretas, que vão abranger os vários agentes da modalidade”.

Última atualização às 17h00.

Total
17
Shares
Total
17
Share