Sergiy Stakhovsky recusou 100 mil dólares para perder um jogo no Australian Open

O ténis está em suspenso mas nem por isso deixam de surgir notícias e uma das mais surpreendentes desta semana surgiu num programa de televisão na Ucrânia, em que Sergiy Stakhovsky revelou ter recebido uma proposta de 100.000 dólares para perder um encontro num torneio do Grand Slam.

A proposta surgiu no ano de 2009, quando o tenista ucraniano ocupava o 83.º lugar do ranking, ainda não tinha qualquer vitória em quadros principais dos maiores torneios do mundo e se preparava para enfrentar o francês Arnaud Clément no Australian Open. “Eram dois e eram apoiados por ‘investidores’. Acabei por perder o encontro depois de liderar por dois sets a um e se os tivesse visto à saída do court acho que lhes teria batido com a minha raquete.”

Para se ter uma ideia, a “oferta” feita a Stakhovsky era quase oito vezes maior que o prize-money (cerca de 12.800 dólares) relativo à derrota na primeira ronda daquela edição do Australian Open.

Depois do desaire em Melbourne, Sergiy Stakhovsky entrou em contacto com a Tennis Integrity Unit (TIU), mas não partilhou as identidades dos malfeitores com medo de represálias. “Eles queriam saber quem é que tinha entrado em contacto comigo e eu perguntei-lhes se conseguiam proteger a minha família, porque acima aqueles dois estão outras pessoas mais perigosas, mas responderam-me que não me podiam garantir nada.”

Total
4
Shares
Total
4
Share