Amélie Mauresmo não tem dúvidas: “Sem vacina não há ténis”

Foi número um do mundo, campeã de torneios do Grand Slam e até da Fed Cup. Agora, Amélie Mauresmo é treinadora e esta terça-feira juntou-se ao coro de vozes que deposita pouca confiança num regresso do ténis internacional em 2020 devido à pandemia de coronavírus.

E explica: “Acho que vamos ter de riscar a temporada de 2020. O circuito internacional é sinónimo de jogadores de várias nacionalidades, além de funcionários, espetadores e pessoas dos quatro cantos do mundo. Sem vacina não há ténis”, escreveu no Twitter.

E Mauresmo não é a única a mostrar-se muito pouco otimista em relação ao regresso do ténis ainda esta época. Nos últimos dias, também o diretor do Australian Open e presidente da Tennis Australia, Craig Tiley, e o ex-top 10 Emilio Sánchez Vicario tiveram discursos semelhantes.

Total
6
Shares
Total
6
Share