Ex-top 10 não acredita que o ténis internacional volte a ser uma realidade antes de 2021

Ténis ainda em 2020? Praticamente impossível, segundo Emilio Sánchez Vicario. O antigo tenista espanhol, que em abril de 1990 chegou ao sétimo lugar do ranking mundial, afirmou nas redes sociais, em resposta a um adepto, que não acredita que os circuitos profissionais voltem a funcionar na sua plenitude esta temporada.

“Não creio que seja possível em 2020. Não haverá mais ténis. Quando acabar o vírus em cada país, os Governos vão impor controlo e vão obrigar a quarentenas de 14 dias, como estão a fazer na China, para andarem de cidade em cidade. É impossível que os tenistas façam quarentenas de 14 dias antes de cada torneio”, disse.

Entretanto, depois das declarações do antigo top-10, surgiu o primeiro caso de COVID-19 no mundo do ténis. O brasileiro Thiago Seyboth Wild anunciou, na madrugada desta quarta-feira, ter contraído o vírus.

Daniel Sousa
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade do Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.