Carreño-Busta descontente mas reconhece: “O calendário é aquilo que menos interessa”

Fotografia Australian Open

De quarentena em casa, na cidade espanhola de Gijón, Pablo Carreño-Busta recebeu com desagrado a notícia da mais recente alteração do calendário ATP. No entanto, o tenista de 28 anos coloca de parte o descontentamento pelo facto de Roland Garros se jogar logo a seguir ao US Open e relembra que o ténis é a menor das preocupações nesta altura.

“Não é a melhor opção, mas nesta altura o calendário ATP é aquilo que menos interessa. O que realmente importa é que todos possamos passar por isto e que tudo fique melhor. Evitar os contágios e quando as coisas melhorem vamos perceber quando poderemos voltar a treinar e a competir. Nessa altura pensamos no calendário”, afirmou o número 25 mundial.

Numa das últimas atualizações do calendário ATP, a Federação Francesa de Ténis anunciou a mudança de data de Roland Garros, que vai ter início apenas uma semana após a conclusão do US Open. Entretanto, os circuitos ATP, WTA e ITF foram suspensos até ao próximo dia 7 de junho, pelo que toda a temporada de terra batida fica sem efeito.

Daniel Sousa
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade do Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.