Pedro Sousa: “Temos de fazer o possível para travar o vírus, depois logo penso na minha carreira”

Pedro Sousa tinha regressado há poucos dias de uma deslocação bem sucedida à Lituânia para defender as cores de Portugal quando teve de interromper os treinos para seguir as recomendações das autoridades e começar o período de isolamento social como medida de prevenção para travar a propagação do novo Covid-19. Conformado com a situação, reconhece que é necessário aguardar e, no que lhe toca, encontrar soluções para se manter em forma.

“Regressámos [da eliminatória da Taça Davis] e treinámos normalmente, mas a partir de quarta-feira começámos a ter bastantes cuidados e desde sexta-feira que não treino e não voltei a pegar numa raquete. Praticamente não saí de casa. Apenas fui ao supermercado e, de resto, tenho ficado em casa, não só para me proteger como também para proteger os outros”, revelou o tenista português à agência Lusa.

Depois do melhor mês da carreira, que o viu disputar pela primeira vez a final de um torneio ATP, o número dois nacional afirmou que “a paragem é longa e há que encontrar soluções para manter a forma. É difícil, porque praticamente não podemos sair de casa, mas vamos arranjar uma solução: ou treinar em casa ou, quando for seguro, sair para treinar, mas também não será fácil porque quase todos os clubes estão fechados.”

Com “a saúde em primeiro lugar”, Pedro Sousa sabe que não vale a pena entrar em grandes lamentações. “A verdade é que todos os setores vão ser afetados, não sou só eu e os jogadores, é toda a gente. Por isso, não vale a pena queixarmo-nos. Temos é de nos juntar todos e fazer o possível para travar a propagação do vírus. Quando tudo estiver resolvido logo penso na minha carreira.”

Porque o futuro do ténis é uma incógnita, o segundo melhor tenista português da atualidade decidiu “esperar pelas decisões da ATP para ver como evolui situação, antes de tomar novas decisões.”

Discurso semelhante apresentou Frederico Silva, que reconheceu tratar-se da “decisão mais sensata” e planeia “estar bem fisicamente para, assim que voltarmos a competir, fazer o máximo de torneios possível.

Total
3
Shares
Total
3
Share