Frederico Silva: “É uma sensação muito boa poder ajudar a equipa”

Internacional por Portugal há vários anos, Frederico Silva conquistou esta sexta-feira o primeiro ponto da carreira em encontros decisivos e não escondeu a satisfação por ter ajudado a seleção nacional a fechar o primeiro dia de Taça Davis com uma vantagem de 2-0 sobre a Lituânia.

“Estou satisfeito com o jogo que fiz e contente por ter dado o meu contributo. O primeiro encontro é sempre importante e foi bom ter dado o ponto a Portugal. Foi a primeira vez que joguei um encontro decisivo em singulares e é sempre uma experiência diferente, sentimos a pressão de querer ajudar a equipa e normalmente os nervos aparecem mais. É uma sensação muito boa poder ajudar a equipa”, confessou ao Raquetc já no final do primeiro dia de ténis em Siauliai.

Sobre o duelo com Laurynas Grigelis (497.º), o jogador das Caldas da Rainha referiu que “não consegui entrar ao melhor nível e o jogo esteve sempre muito equilibrado. Ele ganhou o primeiro set em pequenos detalhes e eu tentei manter-me sempre positivo e confiante de que podia virar o encontro. No segundo set consegui jogar melhor e acabei por fazer um bom encontro”, concluiu o pupilo de Pedro Felner.

Com a vantagem de 2-0, Portugal já só precisa de mais um ponto para levar a melhor sobre a Lituânia neste play-off e garantir a presença no Grupo Mundial I em setembro. Essa eliminatória dá acesso à fase de qualificação para as Davis Cup Finals.

Total
12
Shares
Total
12
Share