Depois de Madrid, ATP adia outros três Challenger e cancela um por causa do coronavírus

O surto de coronavírus continua a ter consequências a nível global e o ténis não é excessão: um dia depois de conceder o adiamento do Challenger de Madrid a pedido dos organizadores, a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) anunciou o adiamento de três provas e o cancelamento de uma outra — todas em território asiático.

O organismo responsável pelo circuito masculino adiou as provas de Seoul (Challenger 125), Busan (Challenger 100) e Gwangju (Challenger 80) — previstas para as três semanas que vão de 27 de abril a 18 de maio — para o mês de agosto.

Quanto ao torneio de Anning, na China, que seria um dos mais fortes de todo o calendário e marcado para a semana de 20 de abril, foi mesmo retirado do calendário.

“O surto de coronavírus continua a causar problemas aos calendários de vários eventos desportivos a nível mundial e nós contamos com os respetivos torneios e as autoridades locais dos sítios em que o ATP Tour e o ATP Challenger Tour são jogados. A saúde e segurança dos staffs, jogadores e fãs é a nossa prioridade máxima”, justificou a ATP no comunicado desta terça-feira, em que também deu conta do cancelamento de um torneio em Samarkand, no Uzbequistão.

Em abril, a ATP já tinha anunciado o cancelamento de quatro torneios Challenger previstos para território chinês: Qujing (2 de março), Zhuhai (9 de março), Shenzhen (16 de março) e Zhangjiagang (23 de março).

Total
3
Shares
Total
3
Share