Uma nova luz ilumina o ténis brasileiro: Seyboth Wild conquista primeiro título ATP da carreira

É o primeiro tenista nascido nos anos 2000 a conquistar um torneio ATP e o mais novo a conquistar um torneio na Golden Swing sul-americana desde um tal Rafael Nadal, em 2005. Este domingo, Thiago Seyboth Wild superou o norueguês Casper Ruud (#38 ATP) na final do ATP 250 de Santiago e ergueu o primeiro troféu da carreira ao mais alto nível.

Numa final bem disputada de parte a parte, o nervosismo tomou conta dos dois numa fase inicial, com três breaks consecutivos no arranque do encontro. Ruud foi o primeiro a estabilizar e teve inúmeros pontos de break para chegar ao 4-1. No entanto, Wild reagiu bem, recuperou a desvantagem e salvou pontos de break para impedir que Ruud voltasse a adiantar-se. O tie-break estava à vista, mas o tenista brasileiro aproveitou uma janela que se abriu no serviço de Ruud e converteu o primeiro set point para se adiantar no marcador.

Ultrapassado um primeiro set de ritmo elevado, os dois tenistas encontraram a solidez nos jogos de serviço durante o segundo parcial. Os pontos de break foram praticamente inexistentes e Ruud aproveitou o único que existiu para avançar para o 5-4. Logo a seguir, o norueguês fechou o set com um jogo de serviço em branco.

O terceiro set voltou a ser extremamente equilibrado, valendo a Seyboth Wild uma quebra de serviço conseguida logo no segundo jogo. O jovem tenista de 19 anos apoiou-se depois na solidez do serviço – oito dos 17 ases que disparou surgiram no terceiro parcial – para se agarrar com unhas e dentes à vantagem que lhe conferiu o primeiro título de uma ainda curta carreira ao mais alto nível.

Seyboth Wild, que começou a semana no 182.º lugar do ranking, vai ser o novo número 113 do Mundo esta segunda-feira, um registo que é máximo de carreira para o canarinho. Quanto a Casper Ruud, vai subir ao 36.º lugar e aproximar-se do seu máximo de carreira, o 34.º posto conseguido há cerca de 15 dias.

Total
4
Shares
Total
4
Share