Kvitova derrota líder do ranking mundial e defronta Sabalenka na final de Doha

A checa Petra Kvitova está de regresso à final do Qatar Total Open, depois de ter ganho o torneio em 2018. Esta sexta-feira, a número 11 do Mundo bateu o pé à australiana Ashleigh Barty, líder do ranking mundial, e venceu com os parciais de 6-4, 2-6 e 6-4.

Com quatro desaires consecutivos para Barty, Kvitova entrou em court determinada em voltar a liderar o confronto direto frente à australiana. Uma troca de breaks numa fase inicial do primeiro set deixou a checa na liderança do marcador com uma vantagem que durou até ao final do parcial.

A resposta de Barty chegou no segundo set e em grande. A australiana quebrou o serviço de Kvitova por duas vezes e fechou de forma tranquila um set onde não enfrentou qualquer ponto de break. No entanto, Kvitova voltou ao ataque no terceiro parcial e castigou o segundo serviço de Barty, conseguindo mais dois breaks (converteu os quatro pontos de break que teve na partida) e abrindo caminho à vitória.

Na final da prova, que vai jogar pela segunda vez na carreira, Petra Kvitova vai defrontar a bielorrussa Aryna Sabalenka (#13 WTA), que bateu Svetlana Kuznetsova (#46) por 6-4 e 6-3.

Daniel Sousa
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade do Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.