Pedro Libório e Inês Oliveira vencem o primeiro torneio A de sub 18 do ano

De Óbidos e Lisboa para Setúbal, respetivamente, Pedro Libório e Inês Oliveira fecharam a semana de Carnaval da melhor forma ao vencerem o Setúbal Júnior, o primeiro torneio A do calendário do reorganizado (e renomeado) Circuito Sub 18 da Federação Portuguesa de Ténis.

Número cinco do ranking nacional, Pedro Libório (federado pelo Colégio Amor de Deus e jogador da Nuno Mota Tennis Academy, em Óbidos) liderava por 6-1 e 4-0 frente a Henrique Petiz quando o jogador da Escola de Ténis da Maia desistiu por limitações físicas.

Para chegar à final, Libório — que defendia o estatuto de segundo cabeça de série — já tinha superado Miguel Redmont (6-2 e 6-4), Diogo Alves (6-1, 3-6 e 6-3) e Nuno Pinheiro (7-6[0] e 6-2).

No quadro feminino a vitória sorriu a Inês Oliveira, também ela quinta classificada na tabela de sub 18, que com os equilibrados parciais de 5-7, 6-2 e 6-3 sorriu por último numa final entre jogadoras da Lisbon Tennis Academy com Sofia Pinto, número 4 do ranking e primeira cabeça de série.

O percurso de Oliveira fez-se de triunfos contra Inês Ming (6-1 e 6-1), Rosário Louro (6-2 e 6-1) e Matilde Morais (por 7-5 e 7-6[7]).

Em pares, as vitórias foram assinadas pelas duplas Pedro Libório/Martinho Gonçalves (6-2, 6-7[5] e 10-3 a João Gonçalves/Diogo Alves) e Sofia Pinto/Matilde Morais (3-6, 6-2 e 10-5 a Catarina Pedrosa/Débora Madile).

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."