Finalista em Buenos Aires, Pedro Sousa sobe 38 lugares na atualização do ranking

Foi a semana de uma vida e apesar de não ser surpreendente — porque as ferramentas dos dias de hoje permitem calcular-se rapidamente o futuro — não deixa de ser digna de assinalar: ao ser finalista do ATP 250 de Buenos Aires, Pedro Sousa garantiu uma subida de quase 40 lugares no ranking mundial.

De 145.º, o lisboeta de 31 anos passou para 107.º — muito próximo do 99.º lugar que ocupou pela primeira vez há exatamente um ano, no dia 18 de fevereiro de 2019, e que até hoje se traduz na melhor classificação da carreira.

O brilharete em Buenos Aires cimentou o estatuto de número dois português para Pedro Sousa, que à sua frente tem apenas João Sousa (67.º, subiu uma posição) e atrás João Domingues, que recuperou seis lugares para se ficar a 169.º. A fechar o lote de portugueses no top 200 mundial está Frederico Silva, que ganhou cinco posições e é o 188º.

Em destaque na atualização do ranking desta segunda-feira estão também Tiago Cação (que viu contabilizados os pontos relativos à final alcançada em Monastir e subiu 45.º lugares até ao 577.º), Luís Faria (chegou aos quartos de final no mesmo torneio de Monastir, o que o ajudou a ganhar 36 posições e ser o 770.º) e João Monteiro.

O portuense continua o regresso aos courts depois de um ano praticamente deixado para trás e escalou 52 posições até 1140.º, mas a maior subida dar-se-à na próxima semana, quando forem adicionados os pontos da final disputada este domingo em Monastir. Nessa atualização estará de regresso ao top 1000, provisoriamente no 921.º lugar.

Total
4
Shares
Total
4
Share