Maria Inês Fonte e Francisca Jorge chamadas num dia em que só a vitória interessa a Portugal

Pela terceira vez em quatro dias, a selecionadora Neuza Silva chamou Maria Inês Fonte e Francisca Jorge para defenderem as cores da equipa portuguesa na Fed Cup. E esta sexta-feira a ocasião é decisiva, uma vez que só a vitória de Portugal contra Israel resultará na manutenção no Grupo II da Zona Europa/África.

Ainda à procura do primeiro triunfo de singulares na competição depois de ter ficado muito perto de o fazer na jornada inaugural, Fonte (894.ª WTA) será uma vez mais a primeira a ir a jogo, às 15h locais e 13h de Portugal Continental, tendo como adversária Shelly Bereznyak. A jogadora israelita de 19 anos é a 816.ª do ranking e venceu esta semana o primeiro encontro da carreira na competição.

No segundo encontro de singulares a tricampeã nacional Francisca Jorge (561.ª) vai procurar a segunda vitória consecutiva em duelos de singulares com as cores de Portugal ao peito. Para isso, a número um da equipa terá de passar por Lina Glushko, a 636.ª posicionada na tabela (que já venceu quatro encontros de singulares na Fed Cup).

Para o encontro de pares foram chamadas Fonte e Jorge do lado de Portugal e Glushko e Shavit Kimchi do lado israelita, mas tanto Neuza Silva como Tzipora Hirsh-Obziler podem proceder a alterações.

Total
4
Shares
Total
4
Share