Francisco Cabral foi repescado graças a Nuno Borges mas não conseguiu aproveitar

Dois dias depois de cair na última ronda da fase de qualificação, Francisco Cabral ganhou uma nova oportunidade de ir a jogo no ITF de 15.000 dólares de Monastir, na Tunísia. Tudo graças ao compatriota e amigo Nuno Borges, que por motivos ainda por apurar não foi a jogo no segundo torneio que planeava disputar na localidade.

Mas a sorte não quis nada com o jogador português (atual número 1164 do ranking), que na condição de lucky loser foi rapidamente derrotado pelo qualifier espanhol Alberto Barroso Campos (920.º): 6-1 e 6-2.

Nem tudo foram más notícias para Francisco Cabral, que horas depois da derrota em singulares regressou à ação ao lado do sérvio Marko Tepavac para derrotar os italianos Andrea Guerrieri e Alessandro Ingarao por 7-5 e 6-4 para seguir para os quartos de final do quadro de pares.

Caminhos diferentes seguiram Tiago Cação (com Enrico Dalla Valle) e Luís Faria (ao lado de Sebastian Baez), que foram derrotados nos respetivos encontros da primeira ronda.

Total
3
Shares
Total
3
Share