Tiago Cação travado após longa batalha no ITF de Monastir

Tiago Cação esteve perto de somar a primeira vitória da temporada na jornada desta terça-feira mas acabou por perder uma longa e equilibrada batalha em que chegou a dispor de match points e está fora do ITF de Monastir, deixando Nuno Borges como o único representante nacional em prova.

Uma semana depois de ter caído na primeira ronda do primeiro torneio que disputou na localidade tunisina, o jogador do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis esteve perto de obter um resultado diferente: depois de salvar quatro match points criou duas oportunidades para derrotar Luke Johnson, mas não as conseguiu aproveitar e acabou derrotado no tie-break: 5-7, 6-1 e 7-6(10) foram os números que deram ao britânico o suado triunfo depois de 2h29.

Este resultado concentra as atenções de Tiago Cação exclusivamente na variante de pares, onde vai a jogo ao lado do italiano Enrico Dalla Valle, e deixa Nuno Borges como o único representante luso ainda em prova.

O jogador da Escola de Ténis da Maia estreia-se no quadro principal de singulares frente a Alberto Barroso Campos três dias depois de ter começado 2020 da melhor forma possível ao sagrar-se campeão do primeiro torneio que disputou.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."