Pedro Sousa conquista primeira vitória do ano em Punta Del Este

Depois de ter sido afastado na primeira ronda do qualifying do Australian Open, Pedro Sousa regressou à terra batida – onde não jogava desde o Maia Open, em novembro – e ao circuito Challenger para realizar o segundo encontro em 2020. O número dois português apurou-se, esta terça-feira, para a terceira ronda do Challenger de Punta Del Este, no Uruguai.

O estatuto de sétimo cabeça de série deixou o português automaticamente qualificado para a segunda ronda, que lhe colocou pela frente o argentino Juan Manuel Cerundolo (#389 ATP). O encontro não começou da melhor forma para o lisboeta, que sofreu uma quebra de serviço logo no primeiro jogo e enfrentou novo break point quando voltou ao serviço.

Depois de assentar o seu jogo, Pedro Sousa partiu para a ofensiva e recuperou o break de desvantagem, de forma a igualar o parcial (2-2). O golpe final na primeira partida acabou por ser desferido quando Cerundolo servia a 4-5 para se manter na discussão do set. Os primeiros três set points apareceram para o 141.º colocado do ranking mundial, que precisou de apenas dois para confirmar a vantagem no placard.

A vitória no primeiro parcial desbloqueou o resto do encontro para Pedro Sousa. A confiança do tenista português aumentou, o nível de jogo também e o triunfo surgiu com naturalidade. Ao fim de 66 minutos, o tenista de 31 anos selou a vitória com os parciais de 6-4 e 6-2.

Na terceira ronda, Pedro Sousa vai defrontar o vencedor do embate entre o italiano Alessandro Giannessi (#147), nono cabeça de série, e o argentino Tomas Martin Etcheverry (#340).

Avatar
Adepto do desporto em geral mas com especial carinho pela "bolinha saltitona". O bichinho surgiu ainda Rafael Nadal não tinha mangas e não mais saiu. Chegada a oportunidade do Raquetc, juntamente com a minha ambição de ser jornalista, foi fácil aceitar juntar-me à equipa.