João Domingues travado à primeira no regresso à terra batida

Margarida Moura/Federação Portuguesa de Ténis

Não correu bem o regresso de João Domingues (171.º) a torneios disputados em terra batida. Depois da viagem à Austrália para jogar a fase de qualificação do Australian Open, o número três nacional procurava a primeira alegria do ano no ATP Challenger Tour mas foi derrotado no encontro de estreia em Punta del Este, no Uruguai.

A defender o estatuto de 10.º cabeça de série, o jogador natural de Oliveira de Azeméis não conseguiu sair por cima de um duelo jogado em português e perdeu por 7-6(4) e 6-2 para o brasileiro Pedro Sakamoto, número 298 do ranking.

Se no primeiro set ainda se conseguiu manter a par do marcador até ao tie-break, onde um mini-break fez a diferença a favor do adversário, no segundo Domingues deixou de acompanhar Sakamoto e cedeu o serviço por duas ocasiões para se despedir do torneio.

Desta forma, Pedro Sousa passa a ser o único representante português em prova no Punta Open. O jogador lisboeta estreia-se ainda esta terça-feira, defendendo o estatuto de sétimo cabeça de série contra Juan Manuel Cerundolo, um dos 18 (!) jogadores argentinos que marcam presença no quadro principal.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."