À segunda foi de vez: Alexandrova conquista primeiro título WTA em Shenzhen

Fotografia: WTA

A russa Ekaterina Alexandrova é o mais recente nome a juntar-se à lista de tenistas que contam com um torneio WTA no palmarés. Depois da final perdida em Linz, em 2018, a tenista de 25 anos regressou este sábado às grandes decisões em provas do circuito em Shenzhen, frente à cazaque Elena Rybakina que, aos 20 anos, jogou a terceira final no circuito.

Sedenta de títulos, a tenista russa entrou a todo o gás no encontro, determinada em não deixar escapar a segunda oportunidade para erguer um troféu (até aqui só tinha vencido dois WTA 125). Com dois breaks consecutivos, Alexandrova adiantou-se rapidamente por 4-0 no marcador. A russa ainda cedeu o “saque” por uma vez, mas conseguiu de imediato o contra break e fechou o primeiro parcial em 31 minutos.

O segundo set foi mais equilibrado, ainda que pudesse indicar o contrário quando, logo no primeiro jogo, Alexandrova quebrou o serviço de Rybakina. A cazaque respondeu de imediato com o contra break e chegou mesmo a quebrar novamente o serviço da russa para chegar ao 2-4. No entanto, Alexandrova aplicou a mesma receita e conseguiu o contra break, dando início a uma sequência de quatro jogos ganhos de forma consecutiva e que valeram a vitória por 6-2 e 6-4, ao fim de uma hora e 14 minutos em court.

Aos 25 anos, a russa foi feliz pela primeira vez no circuito WTA e isso vai valer a subida de oito lugares no ranking mundial. Na próxima segunda-feira, Ekaterina Alexandrova vai surgir no 26.º lugar da hierarquia, um novo máximo de carreira. Elena Rybakina, apesar do desaire, vai também subir seis posições e assumir um novo máximo de carreira no 30.º lugar.

Total
4
Shares
Total
4
Share