Shapovalov e Pospisil completam reviravolta e levam o Canadá à primeira final na Taça Davis

Kosmos Tennis

Pela primeira vez nos 119 anos de história da Taça Davis, o Canadá vai lutar pelo título. Denis Shapovalov e Vasek Pospisil venceram um encontro de pares levado aos limites frente a Andrey Rublev e Karen Khachanov para confirmarem a “cambalhota” (2-1) frente à Rússia e ficam à espera de Espanha ou Grã-Bretanha.

Num duelo entre heróis — os quatro protagonistas foram os escolhidos dos respetivos capitães de equipa para todos os encontros disputados até aqui — os russos acabaram por falar mais alto graças a nervos de aço e conseguiram vencer com os parciais de 6-3, 3-6 e 7-6(5) para assinarem mais um dia inesquecível no melhor ano de sempre do ténis canadiano.

Foi a segunda vitória consecutiva da comitiva canadiana, que graças a Shapovalov (6-4, 4-6 e 6-4 a Khachanov) conseguiu empatar a eliminatória depois de uma entrada autoritária de Rublev (d. Pospisil 6-4 e 6-4).

Primeiro país a chegar aos quartos de final e também às meias-finais, o Canadá torna-se, também, no primeiro a reservar um lugar na grande final da Taça Davis. Agora segue-se ou a anfitriã Espanha ou a Grã-Bretanha, que pelo terceiro dia consecutivo não conta com Andy Murray.

Atualizado às 16h32.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."