28 meses depois, Andy Murray volta a inscrever o nome numas meias-finais

Depois de muito lutar, Andy Murray tem mais uma razão para celebrar neste regresso aos courts e à vida longe de dores: 28 meses depois, está novamente apurado para as meias-finais de um torneio ATP.

A disputar apenas o sétimo evento desde a recuperação de uma operação à anca, que o fez falhar quase duas temporadas completas, o ex-número um mundial (que esta semana ocupa o 243.º posto do ranking) superou Marius Copil (92.º) numa batalha equilibrada, com os parciais de 6-3, 6-7(7) e 6-4, para chegar à penúltima fase do European Open, o ATP 250 que se joga na cidade belga de Antuérpia.

Estas são as primeiras meias-finais que Andy Murray atinge desde o torneio de Roland Garros, em 2017 — há duas épocas e meia.

Apesar de ter disposto de um set point para fechar a contenda no tie-break da segunda partida, o tenista escocês só conseguiu consumar a vitória no terceiro parcial e quando já estavam decorridas 2h38 de encontro, atrasando ainda mais o começo do encontro entre Guido Pella e Ugo Humbert — que dará a conhecer o seu adversário no duelo de acesso à final.

Última atualização às 21h13.

Total
9
Shares
Total
9
Share