Stefanos Tsitsipas faz o pleno contra os “Big 3” e chega às meias-finais em Xangai

Derrotou Roger Federer em Melbourne, Rafael Nadal em Madrid e, agora, Novak Djokovic em Xangai.

Na manhã desta sexta-feira, Stefanos Tsitsipas chegou ao pleno contra elementos dos “Big 3” em 2019 ao derrotar o número um do mundo por 3-6, 7-5 e 6-3 para chegar às meias-finais do ATP Masters 1000 que se joga na localidade chinesa — e que coloca um ponto final na passagem do circuito masculino pelo continente asiático.

O “bónus”? Está apurado para o Nitto ATP Finals pela primeira vez na ainda curta mas já tão promissora carreira.

Sem condições para discutir a primeira partida, o tenista grego de 21 anos conseguiu elevar o nível de jogo a tempo de lutar pelo segundo set e com o sucesso que encontrou ganhou motivação para chegar rapidamente ao break no início do terceiro. A vantagem foi preciosa, porque já não a largou e assim conseguiu a segunda vitória da carreira (primeira da temporada) sobre o sérvio, que vai continuar como número um do mundo mas falha a defesa dos pontos conquistados há um ano em Xangai e, por isso, perderá a posição cimeira da tabela para Rafael Nadal durante o mês de novembro.

Com este resultado, Stefanos Tsitsipas coloca-se a um passo de atingir a terceira final da carreira em torneios Masters 1000 (foi vice-campeão no Canadá, em 2018, e em Madrid, já esta época) e marca encontro com Daniil Medvedev. O vice-campeão do US Open afastou Fabio Fognini em dois sets, parciais de 6-3 e 7-6(4).

Última atualização às 13h16.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."