Depois de Tsitsipas e Zverev, Berrettini também surpreende e completa meias-finais em Xangai

Primeiro Stefanos Tsitsipas, que derrotou Novak Djokovic.

Depois Alexander Zverev, que deixou pelo caminho Roger Federer.

E agora Matteo Berrettini.

Aos 23 anos, o tenista italiano superou Dominic Thiem pelos parciais de 7-6(8) e 6-4 para chegar, em Xangai, às primeiras meias-finais da carreira em torneios ATP Masters 1000. E mais: dá um passo importante na corrida ao Nitto ATP Finals, onde procura estar pela primeira vez.

É a primeira vez na história que as meias-finais de um Masters 1000 são totalmente preenchidas por tenistas nascidos nos anos 90.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."