A jogar em casa, Tomás Luís conquista o primeiro ponto ATP da carreira

TAVIRA — À entrada para o segundo encontro do dia no court principal do Tavira Tennis Open já se sabia que um dos jogadores ia celebrar a conquista do primeiro ponto ATP e a festa acabou por calhar a Tomás Luís, que ainda por cima joga em casa e, por isso, tem razões extra para nunca mais esquecer esta quarta-feira.

Convidado pela organização para o quadro principal do torneio, que distribui 25.000 dólares em prémios monetários, o jovem algarvio de 17 anos liderava por 6-4 e 1-0 frente a Paulo Fernandes, três anos mais velho, quando o jovem vimaranense desistiu, lesionado no joelho esquerdo.

Depois de um início nervoso, em que acusou a pressão do momento e viu o adversário “entrar com tudo” — como o próprio descreveu mais tarde, na reação ao encontro —, Tomás Luís conseguiu recuperar a concentração, ser paciente e entrar no jogo de Paulo Fernandes, que a partir do 4-1 deixou de conseguir fazer o mesmo tipo de danos e também começou a sentir as dores no joelho que já o tinham perturbado nas jornadas anteriores (veio do qualifying).

Com muito apoio nas bancadas, o tenista da casa protagonizou uma recuperação notável e com seis jogos consecutivos colocou-se numa posição extremamente favorável para a vitória, que acabou por celebrar mais cedo do que o previsto.

O triunfo na ronda inaugural do Tavira Tennis Open dá a Tomás Luís o primeiro ponto ATP da carreira e a consequente entrada no ranking mundial pela primeira vez. Quando ao próximo adversário, sairá do encontro entre Roberto Ortega Olmedo (terceiro cabeça de série) e Francisco Cabral, vice-campeão nacional.

Última atualização às 13h08. 

Total
25
Shares
Total
25
Share