Cinco vitórias portuguesas no arranque da qualificação do Tavira Tennis Open

André Ferreira/Federação Portuguesa de Ténis

Jornada cheia a abrir a segunda edição do Tavira Tennis Open e cinco vitórias portuguesas a garantirem a presença de mais jogadores da casa na segunda ronda da fase de qualificação do torneio, que é organizado pelo Clube de Ténis de Tavira e distribui 25.000 dólares em prémios.

Neste domingo, o primeiro a seguir em frente foi Illia Stoliar, que passou pouco tempo em campo até se ver livre do brasileiro João António D’Agostini Borges com os parciais de 6-1 e 6-0 para entrar com o pé direito no qualifying.

Pouco depois, juntaram-se a ele outros quatro tenistas portugueses: Guilherme Silva superou Dhruva Mulye (6-1 e 6-2), Tomás Pinho bateu João Rolo (6-0 e 6-4) um duelo 100% nacional, Martim Simões derrotou Adrian Arroyo (6-1 e 6-4) e no outro duelo português do dia Tiago Rodrigo Fernandes conseguiu deixar pelo caminho o 12.º cabeça de série, Bernardo Gandara, por 6-2, 4-6 e 10-5.

Para trás no primeiro dia do Tavira Tennis Open 2019 ficaram Daniel Ivanov, Diogo Martins, Tomás Guerreiro, Martim Marujo, André Stewart e Ricardo Brancal.

Na segunda-feira jogam-se os encontros das segunda e terceira rondas da fase de qualificação, que marca a estreia da grande maioria dos cabeças de série — entre eles estão Gonçalo Falcão (defronta Martim Simões), André Rodeia (contra Guilherme Silva), Paulo Fernandes (frente a Nikolaj Talimaa) e Miguel Gomes (versus Tomás Pinho).

Raquetc é media partner do Tavira Tennis Open pelo segundo ano consecutivo e estará no terreno a acompanhar ao minuto o desenrolar da ação, com destaque para a transmissão em direto, através do Facebook, dos encontros do court principal.

Total
12
Shares
Total
12
Share