Parceria de sucesso: Francisco Cabral e Paulo Fernandes são os novos campeões nacionais de pares

FUNCHAL — Estreia de sonho para a parceria entre Francisco Cabral e Paulo Fernandes: lado a lado pela primeira vez, o portuense e o vimaranense levaram avante a união de forças e sagraram-se este sábado campeões nacionais absolutos de pares masculinos na Quinta da Magnólia, no Funchal.

Numa final equilibrada e bem disputada, que aconteceu já depois de Francisco Cabral ter concluído a prova de singulares como vice-campeão pela terceira vez, a experiência de um juntou-se à irreverência de outro e resultou na vitória por 6-4, 5-7 e 10-7 na grande final contra Tiago Cação e Manuel Gonçalves, que também jogaram juntos pela primeira vez.

Na análise à semana, Paulo Fernandes não escondeu a surpresa por ter saído do Funchal com um troféu de campeão e deixou muitos elogios ao parceiro. “Sinceramente não estava nada à espera que o primeiro título chegasse já este ano e muito menos em pares, porque jogo muito menos do que singulares e como já tinha perdido bastante cedo esta semana não me estava a sentir muito confiante. Fico muito mais à vontade quando jogo com um parceiro como o Francisco, que está habituado a isto e já ganhou muitos títulos, e por isso só lhe posso agradecer.”

Quanto a Francisco Cabral, não escondeu que “quer perdesse, quer ganhasse esta final ia sair com uma sensação de ter sido uma muito boa semana porque ganhei bastantes jogos e isso era o que precisava para recuperar a confiança que tenho vindo a conquistar ao longo do ano, mas claro que vencer e vencer ao lado do Paulo é uma sensação especial.”

Esta é, então, a segunda vez que Francisco Cabral conquista o título de campeão nacional, ele que em 2016 tinha erguido o mais desejado dos troféus em conjunto com Tiago Cação — o mesmo parceiro com quem, há um ano, terminou como vice-campeão. Nos casos de Paulo Fernandes e Manuel Gonçalves, foi mesmo a primeira vez que fizeram parte da final.

Última atualização às 21h04.

Total
16
Shares
Total
16
Share