João Sousa brilha e derrota top 10 mundial para assinar uma das melhores vitórias da carreira

Festa portuguesa em São Petersburgo: João Sousa esteve em grande destaque e congelou a Sibur Arena ao derrotar uma das grandes estrelas da casa, Karen Khachanov, para inscrever o nome nos quartos de final de um torneio em que foi finalista no ano de 2015.

A jogar pela segunda vez esta semana, o número um português e 64.º ATP tomou sempre conta do encontro e mesmo quando perdeu terreno conseguiu manter-se concentrado para não deixar fugir a vantagem no encontro. E assim a vitória chegou quando estava decorrida 1h38, graças aos parciais de 7-6(2) e 6-4.

O triunfo desta quinta-feira é o quinto da carreira do melhor tenista português de todos os tempos frente a jogadores do top 10 ATP. Todos aconteceram em piso rápido: frente a David Ferrer (#4) no ATP 250 de Kuala Lumpur em 2013 — onde acabou por conquistar o primeiro título ATP da história para Portugal em singulares —, contra Kei Nishikori (#5) no ATP 500 de Tóquio em 206, sobre Alexander Zverev (#5) no Masters 1000 de Indian Wells em 2018 e, na semana seguinte, frente a David Goffin (#9) no Masters 1000 de Miami.

Com este triunfo, João Sousa marca encontro com o cazaque Mikhail Kukushkin (57.º), que confirmou o estatuto de sexto pré-designado graças aos parciais de 7-6(2) e 6-2 frente a Damir Dzumhur.

O frente a frente entre ambos no circuito ATP regista duas vitórias a favor do cazaque e uma para o português, mas há ainda um outro encontro a fazer parte desta rivalidade e esse sorriu ao português: foi no Challenger de Segóvia, em 2011.

Última atualização às 17h00.

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a recordes, a histórias. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais. Por isso depois chegaram o padel e o squash. E assim cá estamos, no RAQUETC ("raquetecétera"). Como escreveu Fernando Pessoa nos anos 20, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."