Reviravolta afasta Tiago Cação nos quartos de final em São Brás de Alportel

SÃO BRÁS DE ALPORTEL — Caiu por terra a possibilidade do SBA Tennis Open contar com uma meia-final 100% portuguesa: no primeiro duelo do dia no court central, Tiago Cação começou bem mas não conseguiu levar avante a investida e acabou derrotado nos quartos de final do torneio algarvio, que é organizado pelo Clube de Ténis e Padel de São Brás de Alportel em parceria com a Federação Portuguesa de Ténis e é dotado de 15.000 dólares em prémios.

Terceiro candidato ao título fruto do 536.º posto que ocupa no ranking ATP (na tabela da ITF é o 226.º), o tenista do Centro de Alto Rendimento viu o britânico Luke Johnson (oitavo cabeça de série) recuperar para vencer, com os parciais de 4-6, 6-2 e 6-4 ao cabo de 2h16.

O jogador português de 21 anos entrou melhor e ao quinto jogo foi o autor do primeiro break, que se revelaria suficiente para vencer a primeira partida (ainda que tenha precisado de trabalhar para segurar o jogo de serviço ao 5-4). Mas no segundo parcial Luke Johnson (que é o 757.º ATP e 455.º ITF) reagiu e entrou significativamente melhor, quebrando logo ao segundo jogo para conseguir a vantagem suficiente para construir com alguma tranquilidade a recuperação, que confirmou ao assinar nova quebra de serviço para chegar à igualdade no marcador.

Na hora das decisões, Tiago Cação voltou à carga e entrou com o pé direito: o primeiro jogo traduziu-se num break e apesar do britânico ter respondido de imediato o jogador “da casa” insistiu e passou uma vez mais para a frente. Só que quando se aproximava da vitória Cação cedeu novamente o jogo de serviço e, confrontado com a obrigatoriedade de servir para se manter no encontro, voltou a acusar a pressão do momento e acabou derrotado ao cabo de 2h16.

Com a derrota, Tiago Cação falhou a presença nas quartas meias-finais da temporada, depois de ter sido vice-campeão em Portimão e semifinalista em quer em Idanha-a-Nova, quer em Sintra.

[3] Tiago Cação (POR) vs. [8] Luke Johnson (GBR), QF #SBATennisOpen:

Publicado por Raquetc em Sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Gaspar Ribeiro Lança
gasparlanca@raquetc.com | Dar palavras a um encontro de dois, três, quatro ou cinco sets, com ou sem tie-break. Dar palavras a histórias, a recordes. Dar ténis a todos aqueles que o queiram. E mais, sempre mais — por isso depois chegaram o padel, o ténis de mesa e o squash. E assim cá estamos, no Raquetc ("raquetecétera"). Como escreveu Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se."