Fred Gil sobrevive a susto no regresso a São Brás de Alportel

SÃO BRÁS DE ALPORTEL — Não foi fácil, mas Frederico Gil conseguiu confirmar o estatuto de primeiro cabeça de série e entrar com o pé direito no quadro principal de singulares do SBA Tennis Open.

No regresso a um palco onde há um ano terminou como vice-campeão, o jogador sintrense de 33 anos (número 371 ATP e 12 ITF) não entrou bem e perdeu um primeiro parcial de sentido único para o qualifier suíço Gabriele Moghini (1556.º). Mas a reviravolta foi ensaiada a tempo e ao cabo de 2h17 a vitória acabou por ser portuguesa, graças aos parciais de 2-6, 6-3 e 6-3.

Depois de um primeiro parcial em que não conseguiu contrariar o serviço e ténis ofensivo do jogador helvético, Gil foi à luta e depois de muitos trabalhos conseguiu fazer a diferença por duas vezes, primeiro ao 3-3 e depois ao 5-3 para igualar o marcador.

Uma vez restabelecida a igualdade, o ex-número 62 ATP conseguiu tomar controlo da situação e uma quebra de serviço ao 2-1 permitiu-lhe passar rapidamente para o comando. Chegado ao 4-1, Gil teve mais uma oportunidade de dilatar a vantagem, mas não a aproveitou e acabou por ceder o serviço, mas a reação não tardou e no jogo seguinte voltou a colocar-se numa posição favorável e dessa feita não a desperdiçou.

Apurado para a segunda ronda do SBA Tennis Open, Frederico Gil já sabe que vai ter como adversário Louis Tessa, francês que é o número 882 ATP e na manhã desta quarta-feira superou o ucraniano Pavel Shumeiko por 7-6(4) e 6-3.

Total
11
Shares
Total
11
Share