Baotou. Frederico Silva nas meias-finais, Gonçalo Oliveira retira-se e avança em pares

Fotografia: Margarida Moura/Federação Portuguesa de Ténis

Dia agridoce para a armada portuguesa em Baotou. Na cidade chinesa, Frederico Silva garantiu o apuramento para as meias-finais do Challenger asiático, ao passo que Gonçalo Oliveira retirou-se do encontro de singulares… e venceu pouco depois em pares.

A defender o estatuto de sétimo cabeça de série, Gonçalo Oliveira entrou em court para defrontar o melhor cotado da prova, James Duckworth (131.º), e o encontro durou apenas 26 minutos. Quando o australiano chegou ao primeiro set point, numa altura em que vencia por 5-0, o tenista português retirou-se.

No entanto, Gonçalo Oliveira regressou ao court algumas horas depois para garantir o apuramento para as meias-finais de pares. Ao lado de Luke Saville, o luso bateu Yan Bai e Tsung-Hua Yang, com os parciais de 4-6, 7-6(4) e 10-7.

Mais sorte em singulares teve Frederico Silva. O tenista das Caldas da Rainha dominava o encontro frente a Pedja Krstin quando o sérvio se retirou. O marcador indicava nessa altura o resultado de 6-3 e 4-1 a favor do português.

A uma vitória da final na China, Frederico Silva vai defrontar o australiano James Duckworth, carrasco de Gonçalo Oliveira.

Total
10
Shares
Total
10
Share